3 Opções para fugir do desemprego

como sair do desemprego

A crise chegou para todo mundo

A falta de emprego é uma realidade para mais de 12,5 milhões de brasileiros, mas as contas não param de chegar, tirando o sono de muita gente. Então se mandar currículos não está adiantando, que tal tentar maneiras alternativas? Na dica de hoje vou te mostrar 3 opções para fugir do desemprego e ganhar até mais que um assalariado médio, vai depender somente da sua dedicação e vontade.

Todas as formas mostradas vem com pessoas que criaram grandes negócios com pouco investimento, assim a história deles pode te inspirar a começar, afinal se eles conseguiram porque você não pode?

1 – Bolo no pote

image host

Em primeiro lugar, temos os doces. Eles são uma das opções para fugir do desemprego que eu mais gosto, pois os bolos no pote porque já são uma sobremesa bem conhecida, com uma margem de lucro excelente e que praticamente todo mundo gosta.

O investimento incial para começar é muito baixo, basta adquirir um passo a passo pronto como esse, aplicar o que é ensinado no treinamento e começar a faturar.

Nesse momento, as pessoas com o pensamento que todos devem dar tudo de graça estão pensando: “mas porque vou pagar por um curso que posso conseguir de graça na internet?” E eu te respondo:

Primeiro, porque você vai dar mais valor por ter pago pelo conhecimento. As dicas grátis normalmente são esquecidas, e quem começa desiste muito rapidamente.

A segunda razão é a perda de tempo. Ao procurar receitas na internet, é possível que você cobre incorretamente ou esqueça algum detalhe que só quem trabalha com isso pode te ensinar. Aprender dessa forma leva tempo e, no mundo dos negócios tempo e dinheiro (fora a perda de material, claro)!

Conheça o testemunho da Andreia, que na mesma semana já conseguiu pedidos! Clique aqui e veja agora!

2 – Salgados

Seguindo a mesma linha dos bolos, salgados também são ótimos para adicionar as suas opções para fugir do desemprego. Podem ser vendidos em conjunto com os bolos, atendendo um público ainda maior.

Caso não tem ideia como nem onde vender, no final desse post vou deixar algumas estratégias como bônus, para te dar um norte, possibilitando começar o mais rápido possível!

Se acha que vender salgados é algo que não dá dinheiro, provavelmente não está pensando fora da caixa. Sabendo fazer bons salgados a preços competitivos você vai conseguir ser fornecedor de festas, eventos, padarias e vender presencialmente para pessoas em lugares mais movimentados.

Veja aqui alguns testemunhos de pessoas de pessoas que começaram no mercado e estão muito satisfeitas com os resultados!

Há diversas pessoas que trabalham em casa e ganham muito mais do que pessoas que ficam em escirtórios a semana inteira. Tem muita oportunidade boa por aí, só abrir os olhos e ver =D.

3 – Indicar a máquina do Mercadopago

maquina mercadopago

Se comida não é o seu forte, um ótimo produto para recomendar é a máquina de cartão de crédito do Mercadopago. Ela pertence ao Mercadolivre, um dos sites de vendas mais conhecidos da internet.

Com o programa de afiliados, você ganhar R$50 reais de bônus para cada máquina vendida, e eles fazem todo o trabalho de entregar! É uma excelente oportunidade de fazer uma grana rápida, outra coisa que eu acho excelente é a rapidez do saque, que fica disponibilizado 3 dias após o pagamento.

Veja esse artigo, e entenda melhor como funciona o programa e maneiras de lucrar muito com ele.

Estratégias de Vendas (Bônus)

Por fim, como bônus para você, vou deixar algumas estratégia de vendas para as oportunidades que aprensentei para você acima, caso pense em vender outro produto, elas também são válidas, use sua criativadade e adapte a sua realidade:

Doces e salgados

Para a venda de doces, atente para os seguintes fatores:

Busque lugares movimentados: Para vender será preciso pessoas, e como doces e salgados são produtos de baixo valor, é possível abordar qualquer um. Uma dica bacana é deixar uma placa com o preço, pois muitos tem vergonha de perguntar, achando que vão ter que se comprometer com a compra. Alguns exemplos de excelentes pontos:

  • Paradas de ônibus: Em horários específicos, principalmente em horários de pico (das 7 as 9 e das 17 as 18), as paradas de ônibus tendem a ter uma grande quantidade de pessoas. Em dias quentes, ofereça junto com seus produtos água ou refrigerante gelado que é sucesso!
  • Portas de Balada (dica top) : Esse é um lugar muito pouco aproveitado, mas possui um potencial de lucro incrível. A maioria das pessoas preferem beber antes de entrar na balada, porque a bebida dentro delas é muito cara. Veja uma balada perto da sua casa e leve um cooler com cervejas e uns salgados (pode falar que a gordura segura melhor o álcool), e veja quanto tempo vai durar.
  • Faculdades e condomínios: Estuda e não tem tempo para trabalhar? E porque não vender doces para seus colegas? Há muitos casos de pessoas que pagaram suas graduações somente com a venda dentro da própria faculdade que estudavam. Nos condomínios é a mesma idéia da parada de ônibus, verifique os horários que mais pessoas transitam, busque um lugar que sua placa fique visível e começe as vendas!
  • Entrada de empresas, repartições públicas e grandes comércios: Verifique as empresas perto da sua casa, se elas tem pessoas que vendam salgados pela manhã para os funcionários. Caso ela seja média (de 10 a 100 pessoas) já é um ponto interessante, pois depois de alguns dias, você começa a ser conhecido e terá alguns clientes fixos.

Essa são só algumas idéias, fique se perguntando “onde há pontos bem movimentados onde não há ninguém vendendo?”. Certamente vão surgir muitas idéias boas daí.

Máquina do Mercadopago

Como a máquina é um produto mais voltado para logistas, seu público precisa ser um pouco mais selecionado. Vou deixar algumas idéias de pessoas que precisam aceitar cartões e podem te gerar diversas comissões:

  • Profissionais liberais: Aqui entra qualquer profissional de venda direta, seja os vendedores do Avon, roupas, perfumes e marketing de rede. A maioria deles só aceita dinheiro ou acertos “de boca”, muitas vezes levando calote. Ter uma máquina de cartão vai resolver esse problema além de gerar um fluxo de caixa bem interessante para o negócio, pois as vendas parceladas caem na sua conta á vista.
  • Pequenos negócios: Muitos pequenos negócios não aceitam cartões, como padarias e mini mercados. No mundo de hoje, não aceitar cartão vai tirar muitas vendas, e você pode convencer esses pequenos comerciantes a comprar uma máquina, ajudando eles e ganhando comissão sobre isso.
  • Trabalhar como afiliado do Mercadolivre: Para indicar a máquina também é preciso comprar uma, assim você terá uma para oferecer e ainda poderá ensinar novos afiliados a fazer o mesmo. Lugares excelentes para divulgação são classificados grátis, oportunidades de emprego autônomo (sites de emprego) e todas as redes sociais.

Aplicando essas idéias, com certeza você terá resultados. Mas não fique só com elas, use como guia para começar, vai usando a sua criatividade e publique onde quiser!

Já faz alguma dessas opções?

Gostou dessas opções para fugir do desemprego? Já usa algumas acima ou pensa em começar? Ficou com alguma dúvida?

Deixa pra gente nos comentários!

Veja como ganhar R$500 reais em 44 dias, trabalhando apenas 10 minutos por dia na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

76 − 70 =