Buscar a felicidade vale a pena?

O que é felicidade para você?

O conceito de felicidade muda entre culturas, crenças e povos. Segundo a Wikipedia, felicidade é:

Um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude são transformados em emoções ou sentimentos que vão desde o contentamento até a alegria intensa ou júbilo…

Há também outros que dizem que se alcança a felicidade com objetivos, bens, religião e mais um monte de outras teorias.

E pra você o que seria felicidade? No post de hoje falaremos um pouco sobre isso e porque eu considero besteira ficar buscando a felicidade a todo momento.

Esse artigo vai envolver muito sobre minhas crenças pessoas e, com base na vida das outras pessoas, acredito que alcancei um nível bem interessante de plenitude, sem preocupações. Se você também quer se sentir assim, talvez esses insights possam te mostrar o caminho.

Quero ouvir sua opinião ao final dos comentários combinado?

Porque a busca incessante da felicidade não vale a pena?

buscar-a-felicidade-vale-a-pena

Buscar a realidade realmente vale a pena?

 

A felicidade como a maioria das pessoas vê é quando se tem uma vida parecida com aquela artista do Instagram. O que elas não sabem, é que essa artista é cheia de problemas, que em sua maioria só existem na cabeça delas, levando a maioria a depressão e vícios em remédios e drogas.

Muitos atrelam felicidade a bens, viagens, e emoções fortes. Isso é o maior erro que alguém pode cometer, pois emoções são passageiras e, se você acha que é feliz somente naquele pequeno intervalo de tempo, vai passar a maior parte da vida se lamentando, o que é horrível.

Quando me dei conta disso, comecei a procurar a paz e tranquilidade, não só com o mundo mas comigo mesmo. Nessa jornada em busca da paz de espírito, descobri muitas coisas, e elas me livraram de uma possível depressão  e uma vida de arrependimento. Convido você a parar por um minuto e refletir sobre cada ponto abaixo, e ver como está sua vida em relação a cada um deles.

Passos para se alcançar a paz e tranquilidade

Acabar com as dívidas diretas

Não há como conseguir paz se você tem alguém te cobrando a todo momento.

Chamo de “dívidas diretas” aquele dinheiro emprestado que se pega com amigos e parentes ou, em uma escala mais perigosa, a agiotas. Também entra nessa categorias dívidas atreladas a bens, como carro e casa, que caso haja um débito por muitos meses, há o recolhimento do bem.

Há também as pessoas que não podem com dívidas alguma, seja com bancos, lojas de roupas, cartões e etc… Aí pela sua saúde mental recomendo que você quite todas.

Agora, se você não precisa de crédito e não usa mais o serviço destes bancos, espere ao menos 3 anos, assim você consegue um desconto de pelo menos 80% no valor inicial se quitar á vista (dica top essa).

Nesse meio tempo vai juntando dinheiro para pagar tudo á vista, sem esquecer de nunca mais fazer dívidas e entrar nesse ciclo novamente!

Se conhecer

Essa foi com certeza a parte que mais me deu trabalho para aprender. Antes de saber o que era importante pra mim, o que eu precisava e o que era desnecessário. Preenchia esse “vazio” com produtos e conteúdos sem valor. Hoje posso afirmar que a maioria compra o que não precisa para impressionar os outros pelo mesmo motivo, não se conhecer.

Quanto mais a pessoa se conhece, menos ela precisa de validação externa e consequentemente menos de coisas externas. Quando se começa a estudar sobre auto-conhecimento, meditação, religião (quem acredita) e formas de evoluir como pessoa, sua visão de mundo se torna totalmente diferente.

Se você é como a maioria e nunca procurou se aprofundar no assunto, recomendo que faça. Comece a pesquisar por livros que tratem de como resolver seus problemas, como se livrar das preocupações e de como usar a mente de forma correta. É incrível o poder que sua mente tem, basta usá-lo!

Vou recomendar 3 leituras que mudaram a minha forma de pensar sobre diversos aspectos da vida e, se você tirar um tempo para ler e refletir sobre eles, vão fazer o mesmo por você.

O primeiro, falando de dinheiro é o Pai Rico, Pai Pobre. O autor traz a perspectiva de 2 lados diferentes, um de uma pessoa cheia de diplomas, porém com uma mentalidade pobre, e outra somente com o ensino médio, porém com uma mentalidade rica. Em uma leitura muito simples de entender, o autor nos mostra qual a real diferença entre ricos e pobres, e como se tornar rico!

O Segundo, falando sobre conhecimento interior, é o Poder Infinito Da Sua Mente. Neste o autor explica de maneira muito simples como funciona a mente humana e o grande poder d subconsciente, além de formas de usá-lo a nosso favor. Eu experimentei cada lição do livro e posso te garantir que funciona, não importando se você é religioso ou não. Leia e teste por si mesmo, depois me conte os resultados, afinal o que você tem a perder?

E, o terceiro, falando sobre a importância de viver o tempo presente é O Poder do Agora. Neste livro incrível o autor mostra que a maioria das pessoas nunca vive o agora nas suas mentes, perdendo todo seu tempo e energia “remoendo” o passado ou idealizando um futuro, sem fazer nada para que este futuro aconteça.

Essas 2 formas de viver (no passado e no futuro) se transformam nas 2 doenças mais conhecidas atualmente: Viver no passado causa a depressão, e viver pensando no futuro causa a ansiedade.

Caso tenha algum desses 2 problemas, recomendo fortemente que leia esse livro e, se não tem, leia para que nunca corra o risco de desenvolvê-los, pois com certeza essas 2 doenças serão chamadas de  “mau do mundo moderno” e a depressão é conhecida como “doença do século”.

Foque em alcançar a paz

alcancae-a-paz-interiror

ter a paz consigo mesmo é a melhor coisa

 

O que falta para que você tenha uma vida tranquila? Mais dinheiro? Mudar de emprego? Ter um bom relacionamento ou se livrar de pessoas que não te ajudam em nada?

Deixa a resposta pra gente nos comentários!

 

Veja como ganhar R$500 reais em 44 dias, trabalhando apenas 10 minutos por dia na internet.

2 Comentários

  1. Elisa

    Já estou lendo O Poder do Agora, realmente é muito bom. Agradeço por este post , pois me fez sentir menos só. Precisamos mesmo de paz de espírito e foco e isso é possível de realizar seguindo de maneira consciente e decidida as sugestões dispostas aqui. Bom que você existe! Obrigada!

    • Olá!

      Que bom que gostou, escrevi com muito carinho para ajudar você e muitas outras pessoas que passam a vida buscando pequenos momentos de felicidade, passando a maior parte dele infeliz.

      Obrigado pelo comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

56 − 51 =