Como guardar até 70% dos seus ganhos – Funciona Mesmo!

Investir é uma necessidade

Está com medo da reforma da previdência? Quer garantir o seu futuro sem depender do governo nem de ninguém? Então você deve começar a investir.

Quando falo de investimentos para pessoas próximas todas dizem a mesma coisa: “Mas como vou investir se mal consigo pagar as minhas contas?”

Se esse também é o seu caso, fique tranquilo, é mais comum do que você imagina. Para te ajudar a começar, separei um vídeo da Júlia Mendonça, onde ela ensina o método que ela usa para guardar 70% dos seus ganhos em vários meses.

Essas dicas me ajudaram muito quando eu comecei e tenho certeza que, se aplicadas corretamente, vão fazer verdadeiros milagres na sua vida financeira!

IMPORTANTE: O plano do Sofisa Direto mudou, agora eles estão incentivando o investidor, caso queira conhecer criei um artigo completo, clique aqui e saiba mais.

Veja o vídeo e entenda como ela faz!

Não adianta saber as maiores dicas de investimentos se você não tem nenhuma grana para investir. Vejo muita gente buscando dicas de investimentos, abrindo conta em corretoras mas deixando as suas contas vazias, por total descontrole de quanto gastam por mês.

Essas dicas simples da Júlia vão te ajudar a reduzir muito meus gastos, como ela me ajudou também. Assista o vídeo e deixa um comentário no final do artigo com que achou combinado?

Para quem não conseguiu ver o vídeo, vou deixar cada uma das dicas que a Júlia deixou com algumas observações pessoais:

#1 – Se pague primeiro

Quando falamos de dinheiro, quem é a pessoa mais importante para pagar? Quem trabalhou o mês todo por ele não é verdade?

O problema é que a maioria não tem consciência disso. Pagam todas as contas e vivem com o que sobra, que muitas vezes é nada, passando todo o mês reclamando que ganham mal, trabalhando desanimados, pois sentem que não são recompensados pelo seu trabalho.

Após decidir quanto vai investir por mês (algumas dicas abaixo), você deve passar essa grana primeiro para a correta ou o Sofisa Direto, que é um banco digital sem taxas exelente para se começar a investir. Com essa ação vai acontecer 2 coisas:

A primeira é uma sensação boa que você está se pagando primeiro, mostrando a sua preocupação com seu próprio futuro.

Essa ação também vai te trazer uma auto-valorização do seu trabalho, te motivando a trabalhar mais e melhor.

A segunda é que caso falte dinheiro para pagar as contas, você vai precisar usar a criatividade para conseguir mais, colocando seu cérebro para trabalhar.

Um dos melhores livros sobre o assunto que eu já li “Pai rico, Pai pobre“, onde o autor conta que investia uma porcentagem fixa dos seus ganhos. O problema é que ele não tinha emprego estável e muitas vezes ficava sem grana sobrando para pagar todas suas obrigações.

O mais interessante é que ele investia mesmo assim. Sempre achou que seu futuro era mais importante que qualquer conta, e quando a grana faltava, sempre pensava em formas de conseguir mais dinheiro.

Essa forma de pensar motiva seu cérebro a trabalhar, a procurar um meio de fazer dinheiro.

Ao pensar sobre o assunto tenho certeza que você vai encontrar diversas formas de renda extra que vão te ajudar a deixar seus investimentos e contas em dia, caso não tenha nenhuma idéia veja o artigo abaixo:

Artigo: 3 Idéias de negócios lucrativos

#2 – Mantenha a sua reserva de emergência em dia

Sabe quando aparece aquele acidente inesperado que traz junto com gasto enorme de remédios? Ou quando você passa de carro por um buraco, e aparece aquele corte no pneu que não dá pra consertar? É pra essas horas que é preciso a reserva de emergência.

Se você não tiver uma grana para esse tipo de situação inesperada, vai precisar tirar dos seus investimentos ou pior, pedir um empréstimo.

Esses eventos bagunçam todo seu planejamento financeiro, por isso a criação dessa reserva é fundamental.

O valor a ser guardado varia dependendo de cada realidade, mas em geral uma boa quantia é 6 meses dos seus gastos mensais para quem trabalha com carteira assinada, e 12 meses para quem é autônomo.

Como autônomos dependem de vendas, é sempre bom estar preparado caso seu produto sofra uma baixa repentina.

#3 – Tenha objetivos

Para ilustrar a importância dos objetivos, veja o famoso diálogo do gato com a Alice:

quando nao se sabe para onde quer ir - qualquer caminho serve

Se você não tem metas, acaba “deixando a vida te levar”, sem motivação para guardar dinheiro, consequentemente não chegando a lugar nenhum e culpando os outros por uma vida sem sentido.

Doí, eu sei, mas é o que acontece com a maioria. Basta ver a quantidade de pessoas com depressão e desanimadas com seus trabalhos que temos atualmente. Arrisco dizer que mais de 80% desses problemas estariam resolvidos caso tivessem objetivos na vida.

Pense em todos os bens que você gostaria de ter, divida essa quantidade por ano ou por mês e procure cumprir essas metas menores.

É muito importante que esse valor não seja muito baixo para que seja preciso um pouco de esforço, porém não deve ser muito alto, para não gerar frustração por nunca bater as suas metas.

Pense nas pequenas metas como um jogo de fases. Percebe como é motivador passar as fases mais fáceis e depois as mais difíceis?

Na vida funciona da mesma forma, metas grandes como comprar uma casa ou um carro á vista parecem inalcançáveis, mas quando se divide em pequenas partes mensais ficam bem mais fácis não é verdade?

#4 – Converse sobre dinheiro

Dinheiro ainda é um tabu para maioria das famílias. Muitas vezes o marido ou a esposa cuida de todos os pagamentos e o outro somente obedece.

Isso é prejudicial, porque ninguém tem todas as respostas, fora isso também há o problema que a pessoa que cuida das finanças também pode não saber tanto de finanças assim.

Conversar sobre metas também é muito importante, quando o casal tem objetivos fica mais fácil de controlar os gastos. Com um relembrando o outro sobre o que estão buscando fica muito mais fácil se motivar e não gastar grana com coisas inúteis.

#5 – Tenha certeza por onde vai o seu dinheiro (essa é a que eu mais gosto)

Essa foi de longe a que mais me ajudou, depois de um mês vendo todos os meus gastos fiquei pasmo… A quantidades de gastos inúteis foi enorme. No primeiro mês, cortando esses gastos, já poupei mais de 30% no primeiro mês.

No próximo, comecei a repensar meus custos fixos, como planos de assinatura que não usava, cancelei minha tv por satélite que quase nunca assistia e etc… Como resultado tinha poupado mais de 50% dos meus ganhos mensais.

Há diversas ferramentas para controlar o que você gasta, pode ser desde anotações em um caderno ou um app de celular. Eu recomendo o mobils, que além de simples, ainda tem backup na nuvem e pode ser usado tanto no pc quanto no celular.

Como você ficaria se sobrasse 50% do seu salário por mês?

Eu usei essa grana para investir e para começar meu negócio, que graças a Deus deu muito certo.

Por isso peço que você compartilhe esse artigo, assim você ajuda seus amigos a repensarem os gastos, salvando a vida de muitos deles. Basta clicar na sua rede social favorita abaixo!

E você, qual dessas dicas já conhecia e qual delas vai começar a aplicar? Deixa pra gente nos comentários!

Veja como ganhar R$500 reais em 44 dias, trabalhando apenas 10 minutos por dia na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 4 =