Os Robôs vão roubar o seu emprego? Veja como se prevenir!

Tem medo de perder seu emprego para uma máquina? Se não tem deveria ter!

A tecnologia evoluiu rapidamente, pense há 10 anos atrás, por exemplo. Fazia um ano que era lançado o primeiro Iphone, o Windows mais famoso era o XP (o vista era o top da época), e serviços extremamente populares como a Netflix demorariam alguns anos para surgir aqui no país.

Se em 10 anos a tecnologia evoluiu dessa forma, imagine daqui a mais 10 anos! Diversas inteligências artificiais já estão sendo lançadas, e muito ainda está por vir. Será que seu emprego está ameaçado? Veja agora!

# Funções repetitivas

Os Robôs vão roubar o seu emprego?

Linhas de produção serão trocadas em sua maioria por robôs, como aconteceu no campo

Sabe aquelas funções de linha de produção? Onde as pessoas colocam peças ou apertam parafusos? Pois é, essas vão ser as primeiras que serão substituídas por máquinas.

Além de trabalharem 24h por dia, os robôs não se cansam, não precisam de salários, direitos trabalhistas e não vão te processar por LER (lesão por esforço repetitivo). O Brasil ainda é um pouco atrasado nesse sentido, mas certamente todo empresário que quiser se manter competitivo vai adotar essa política.

Outras funções que também serão trocadas são as de atendente, recepcionista e call centers. Como os jovens e adultos de hoje praticamente nascem imersos na tecnologia, será muito fácil se adaptarem a mercados sem caixas, pagamentos digitais e etc…

# Funções “Humanas”

vendas-diretas

Vendas é um ramo que precisa do “calor humano”, você compraria algo de um robô?

Em contrapartida, há as funções que precisam de mais “contato humano” e criatividade para se obter sucesso, como: representantes comerciais, a criação de campanhas de marketing e venda direta, terão mais dificuldades das máquinas assumirem as funções.

A maior dificuldade para robôs assumirem essas funções é que atualmente a maioria do público precisa ser convencido. Claro que haverá uma redução de mão-de-obra devido as lojas virtuais, mas bons vendedores sempre terão seu espaço garantido!

# Crescimento da TI

Não é novidade que o mercado de tecnologia vem se expandindo muito e a falta de profissionais qualificados ainda é grande. Enquanto muitos fazem administração seguindo a “manada”, os mais bem informados fazem cursos voltados a criação de redes e programação, encontrando emprego muito facilmente.

Por isso sempre enfatizo a importância da informação. Ela literalmente vale ouro hoje em dia, falarei mais dela a frente.

Voltando a TI, caso você esteja começando no mercado e pensando o que fazer, comece com um técnico em informática ou mecatrônica, e depois faça um superior em programação ou robótica.

Ambas as áreas precisam de profissionais hoje e em um futuro próximo quem já estiver qualificado passará na frente da maioria.

Claro que, como qualquer outra área, nunca se deve parar de estudar. O mercado muda muito rápido, o que é novidade hoje, pode ser velho amanhã.

Por isso fique sempre atualizado para não perder nenhuma novidade!

# Não dependa somente de uma fonte de renda

Essa é uma lição para a vida! Tive que aprender da pior forma e não quero que você passe pelo mesmo que eu.

Antes eu dependia somente do meu emprego formal, como a maioria das pessoas faz hoje. Toda a grana que caia na conta, eu gastava. Afinal dia 30 tem pagamento de novo, né?

Tudo foi bem até que a empresa que eu trabalhava quebrou com a crise e dispensou todos sem pagar nada… Pior, para acionar o seguro ainda tive que processar, o que demorou mais alguns meses, e como pagar as contas nesse meio tempo?

Foi bem complicado… E desde lá decidi focar em criar uma segunda renda, para nunca mais precisar passar por aquilo. Depois de muito trabalho, conhecimento e dedicação, hoje ganho com meu negócio mais do que com meu emprego formal.

A criação de uma renda extra me deu liberdade. Agora não preciso ficar em um emprego que não gosto somente para pagar as contas, não preciso aceitar “qualquer coisa”, pois minha segunda renda paga minhas contas tranquilamente.

Ter um negócio trás tranquilidade e segurança para você e sua família, e ainda te dá a possibilidade deste negócio secundário virar sua renda principal, como no meu caso.

# Crie um negócio com baixo investimento

crie um negocio digital com baixo investimento

Um negócio digital exige pouco investimento em estrutura e conhecimento, facilitando o começo!

Continuando a dica acima, recomendo fortemente que você comece um negócio em casa, investindo pouco. Muitos começam investindo em franquias sem ter o mínimo de conhecimento da dificuldade que é empreender, e acabam desistindo e ficando no prejuízo.

Como idéias de negócios eu recomendo a venda de salgados ou criar um negócio online, pois podem ser feitos no seu tempo livre e tem grande potencial.

# Saia na frente ou lamente depois

Alguns que chegaram até aqui podem estar pensando: “Isso é uma besteira, vai demorar anos até um robô assumir minha função”, isso pode ou não ser verdade. Mas a pergunta correta é: “Vai pagar para ver?”

Eu zelo pela minha segurança financeira e, sinceramente, prefiro correr atrás agora e criar um negócio lucrativo agora que tenho saúde, do que deixar para mais tarde e não conseguir mais.

Caso você não tenha muito tempo eu recomendo fortemente o marketing digital focado em infoprodutos, com as técnicas e sistemas corretos você coloca as ferramentas para trabalharem por você e ganha dinheiro até mesmo dormindo!

Depois do sistema pronto, basta algumas horas por semana para colocar a “máquina” para rodar e é só esperar os reais caírem na conta.

Caso queira conhecer melhor o sistema que eu uso, basta clicar aqui

 

 

 

COMPARTILHE e ajude nosso conteúdo a chegar a mais pessoas!

Veja como ganhar R$500 reais em 44 dias, trabalhando apenas 10 minutos por dia na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

81 + = 87